Endereço

Placo do Brasil
Av. Valentina Mello Freire Borenstein,
333 - Vila Sao Francisco,
Mogi das Cruzes - SP, Brasil

Forro de gesso: conheça a melhor opção para sua obra

By Placo do Brasil • Construção

jul
11
Forros de gesso

O forro de gesso é dividido em dois tipos: forro em placa e drywall. Confira qual deles é o melhor para investir!

Prático e versátil, o forro de gesso é uma das opções de cobertura mais utilizadas em projetos arquitetônicos e de decoração, para rebaixar teto, disfarçar vigas, imperfeições, e embutir iluminação especial. Além disso, promove efeito estético permitindo a criação de formas e desenhos. O material ainda possibilita a passagem de tubulações de água, eletricidade e ar condicionado. 

Mesmo conhecendo as vantagens acima, é preciso saber mais sobre os tipos de forro de gesso antes de escolher o melhor para sua obra. Continue conosco para aprender mais sobre eles, e conferir também como realizá-lo de forma correta!

Forro de drywall

Ainda que mais caro que o forro em placas, o forro de gesso acartonado, ou drywall, tem custo-benefício superior, tornando-se a melhor opção. Composto por grandes placas revestidas por papel acartonado, sua espessura fina permite ganhar área útil no espaço em que é aplicado

Sua instalação é outra grande vantagem. Rápida e limpa. Além disso, não sofre com dilatação e pode ser instalado em qualquer ambiente. Seu isolamento termoacústico também é superior ao forro de gesso em placas, e as instalações elétricas e hidráulicas se adaptam melhor no drywall.

 

Como instalar forro de drywall

Apesar de ter um processo de instalação simples, a instalação de forros exige mão de obra especializada para que não aconteçam imprevistos no futuro. 

Marcação

Marcação

A instalação deve começar pela determinação do nível do forro nas paredes do ambientes em que serão colocadas as cantoneiras, guias ou tabicas. Marca-se então na laje com um cordão de marcação o ponto de fixação dos tirantes, a distância da fixação e a modulação dos perfis.

Fixação

Em seguida, é realizada a fixação dos tirantes, colocando suportes niveladores. Após essa tarefa, deve-se posicionar os perfis perimetrais nas linhas de marcação, conferindo o nível do teto e fixando os perfis às paredes com parafusos, pino de aço ou prego de aço.

Amarração

Por fim, deve-se amarrar as chapas, tratar as juntas com massa e fita, completando o acabamento e cobrindo os parafusos. Esse processo é a base de instalação de forro de gesso para tetos.

 

Agora que você conhece os tipos de forro de gesso existentes, avalie os benefícios e facilidades de cada um, e escolha o que melhor atender as necessidades de sua obra.

Gostou deste conteúdo? Então, conheça também a durabilidade do drywall!

 

ATENDIMENTO AO CLIENTE 0800 019 25 40