Endereço

Placo do Brasil
Av. Valentina Mello Freire Borenstein,
333 - Vila Sao Francisco,
Mogi das Cruzes - SP, Brasil

Dá para assentar revestimento na parede de drywall? Aprenda já!

By • Construção

jan
29
revestimento na parede de drywall

Paredes de drywall ou objetos feitos pelo mesmo material podem receber qualquer tipo de revestimento? Entenda tudo sobre o assunto!

Que o drywall é uma das tendências mais facilitadoras do mercado da construção civil, nós já sabemos. Mas, por ser um material relativamente novo no Brasil, é normal que algumas dúvidas ligadas à aplicação, variação e acabamentos do revestimento em drywall, principalmente na etapa pós-instalação, surjam no meio do projeto, não é mesmo?

Por isso, preparamos esse texto para esclarecer todos os “pontos de interrogação” sobre a técnica e, também, para que você descubra as funcionalidades que ela pode te proporcionar - além de divisória ou paredes improvisadas. Continue a leitura!

Revestimento em drywall: como funciona?

O drywall é um material rápido e econômico, composto por perfis, tratamento acústico (lã mineral) e placas de gesso, que pode ser usado para diversas funções, como criação de estantes, aplicação de nichos, tetos falsos, entre outros.

A única objeção e ponto a ser analisado com cuidado é o tipo de revestimento escolhido para o imóvel – seja ele residencial, comercial ou prédios.

Apesar de tratar-se de algo prático e extremamente leve, a primeira dica para quem tem interesse em incluir peças em drywall na construção é consultar um profissional da área no caso de dúvidas.

E cerâmica?

Pode, assim como acabamentos em tintura, aplicação de papel de parede ou texturas feitas de massas profissionais. O que precisa, mais uma vez, é que a instalação seja bem feita, deixando as superfícies planas e isentas de quaisquer deformações.

Para isso, o recomendado é que as peças sejam bem lixadas e seladas com fitas próprias para a instalação de drywall

A Placo disponibiliza ao mercado a fita de papel, fita cantoneira de alta performance e massas para tratamento de juntas perfeitas para tratamento de juntas e acabamentos de cantos. Há, ainda, os fixadores de alta performance, que garantem a segurança de estrutura e durabilidade prolongada do material, como os parafusos para fixação de guias e montantes (metal-metal) e fixação das placas nos perfis.

Cheque as instalações

Nunca é demais reforçar a praticidade proporcionada pelo drywall e o conceito de construção a seco, que se tornou um dos queridinhos dos consumidores.

Porém, checar as instalações hidráulicas e elétricas em todas as etapas da aplicação – seja na hora de colocar as chapas de ferro que darão sustentação e suporte ao material, colocação em si das placas de gesso ou revestimentos decorativos – é essencial. O importante é estar ciente das fases.

Por quê? Como a execução desse produto é feita por camadas, é necessário verificar os esquadros, fixação das guias e montantes, reforços necessários e demais detalhes fundamentais para a boa execução do projeto. Isso também depende, é claro, das bases que receberão o drywall, por causa da possível umidade.

Vale lembrar que a Placo oferece uma série de placas, atendendo todas as tipologias de obras, como as placas com capacidade de carga de até 100kg por ponto, chapas resistentes a umidade e resistentes ao fogo, além dos benefícios termoacústicos. No vídeo abaixo você pode entender mais sobre as placas de drywall Placo:

https://www.youtube.com/watch?v=Czzv1E70Bnc 

Agora que você aprendeu tudo sobre o uso do revestimento em drywall, recomendamos que você siga aprendendo com o post “Drywall sem medo! Os mitos e verdades sobre o drywall”.

ATENDIMENTO AO CLIENTE 0800 019 25 40