Endereço

Placo do Brasil
Av. Valentina Mello Freire Borenstein,
333 - Vila Sao Francisco,
Mogi das Cruzes - SP, Brasil

Sabe como é fabricada uma chapa de drywall? Confira já!

By • Construção

jun
26
Chapa de drywall

Saiba como é fabricada uma chapa de drywall e entenda porque esse material é tão recomendado para uso em obras!

A construção a seco vem se tornando tendência nos últimos anos e, também, tem se popularizado nas construções brasileiras, conquistando cada vez mais espaço nos projetos. A chapa de drywall, um dos elementos protagonistas, conta com tecnologia inteligente que facilita o trabalho durante a construção ou reforma, oferecendo diversas vantagens, como rapidez, diversidade e sustentabilidade para a obra. 

Elas são  fabricadas industrialmente para tornarem-se produtos mais leves e com espessuras menores, oferecendo a possibilidade e liberdade de utilização em diversos ambientes. 

Você tem curiosidade para saber mais sobre o processo de fabricação desse material? Nós apresentamos no post a seguir. Confira! 

O que é chapa de drywall

A chapa de drywall (em português, parede seca) é conhecida como placa de gesso, gesso acartonado ou somente drywall, tratando-se de um painel formado por sulfato de cálcio hidratado (gesso) com ou sem aditivos, pressionado em revestimentos de papel cartão duplex. Com as duplas placas, a chapa de drywall além de leve proporciona facilidade de manuseio, tornando-se ideal para armazenar instalações hidráulicas e elétricas, ou fazer o papel de isolante térmico ou isolante acústico.

Processo de fabricação

As placas de drywall são compostas por diferentes tecnologias e fabricadas por meio de um processo de laminação contínua, originada de uma mistura de gesso (pó da rocha gipita desidratada, altamente resistente), água e aditivos entre as lâminas de papel cartão, geralmente em espessuras que variam entre 48, 70 ou 90mm.

Preparo do gesso

A gipsita, mineral natural, é moída até que seja reduzida a um pó fino, com a espessura semelhante a do talco. O pó originado é então submetido a altas temperaturas até sua calcinação (momento em que é transformado em gesso). Essa é a base da produção da chapa de drywall. 

Confecção das chapas

Em uma máquina utilizada como misturador, são adicionados o gesso calcinado (gesso em pó), aditivos e água até que a mistura tenha a textura de uma pasta. Na produção, o papel cartão, que será o revestimento da chapa de drywall, é estirado em uma esteira para recebê-la.

A mistura obtida então é lançada sobre o papel cartão esticado. Após esse processo, uma máquina extrusora determina a espessura da placa drywall enquanto ela ainda é uma pasta. Ainda na máquina extrusora, uma segunda folha de papel cartão é posicionada, formando uma placa com duas faces revestidas pelo papel.

Finalização

Acima da correia de formação, o gesso reage com a água e endurece antes que seja realizado o corte. Quando já estiverem rígidas, as placas são colocadas na guilhotina e cortadas conforme os padrões estabelecidos. Após esse processo, as chapas são levadas para secagem, separadas em grupos e preparadas para o secador, máquina responsável por retirar toda a umidade que ainda restar nas placas, deixando-as completamente secas.

Os estoques são formados com o  agrupamento das placas em pares, deixando suas faces protegidas para o manuseio no estoque e também durante o transporte. Por fim, as placas são empilhadas com cuidado e precisão, formando diversos pallets. Nessa etapa elas são embaladas e encaminhadas para a distribuição. 

Placas de drywal

Agora você já sabe como é o processo de fabricação de uma chapa de drywall. Com as informações acima, é possível entender mais sobre a alta tecnologia empregada nas construções industrializadas, que confere ainda mais resistência para sua obra.

Gostou destas informações? Então conheça também a estrutura para instalação de drywall!

ATENDIMENTO AO CLIENTE 0800 019 25 40